MAURÍCIO SALGUEIRO


REGISTRO DA OBRA 208GHM1994

Título: Sem Título (da Série Hemorragia)
Técnica: Escultura composta por madeira, esmalte fosco e resina colorida
Medidas da "caixa": 76 x 48,5 cm                                   Medidas da “poça”: 26,6 x 31,5 x 8,5 cm

Exposição individual de esculturas “Resinas e Conceituais” realizada no período de 09/01 a 26/01/1975 no Theatro Carlos Gomes.

Sobre o artista – Maurício Salgueiro
Maurício Salgueiro Felisberto de Sousa (Vitória, ES, 1930).
Escultor e professor. Muda-se ainda jovem, com a família, para o Rio de Janeiro. Em 1949, ingressa na Escola Nacional de Belas Artes - Enba, onde inicia estudos universitários e, mais tarde, os de pós-graduação. Estuda na Académie du Fue, em Paris, e na Bromlay Art School, em Londres, especializando-se em metais. É um dos precursores da arte cinética no Brasil pela utilização da luz, som, movimento, e pela execução de múltiplos a partir da década de 60. Lecionou  no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ; no Instituto de Arte e Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense; na Pontifícia Universidade Católica - PUC e na Universidade Santa Úrsula. Executou os troféus Coruja de Ouro, em 1969, e Humberto Mauro, em 1971, para o Instituto Nacional de Cinema, e o troféu Copa Brasil, em 1975, para o Campeonato Brasileiro de Futebol.

Para saber mais



Postagens mais visitadas deste blog

JONIR FIGUEIREDO - 1986

M. A. MOREIRA - 1986